.mais sobre mim

.calendário

.relógio

.link-me

=LINK-ME=

.JANELA DE LINKS




=LEVA-ME=

.AWARDS




:: Boas Energias ::

AWARD

Girly glitter comments from www.GirlyTags.com

.visitas

Counter

.posts recentes

. UMA LUZ NO HORIZONTE

.arquivos

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.pesquisar

 
Segunda-feira, 9 de Abril de 2007

UMA LUZ NO HORIZONTE

Nesse mesmo dia foi um reboliço, vim para casa e assim que pude fui ao hospital falar com a minha médica de família…

Mostrei-lhe os exames e contei-lhe o que me tinha dito a Dr.ª que tinha feito os exames…

A minha médica tentou reconfortar-me e tratou logo de falar com um médico de cirurgia da mama em Évora que disse que me queria ver ainda nesse dia.

Assim fiz fui logo ter com ele que me observou e me deu um raspanete enorme pois não sabia como podia eu ter chegado aquela situação…Ai apercebi-me que a coisa estava mesmo feia…A LUTA NÃO IA SER FACIL MAS NÃO ERA IMPOSSIVEL.

O Dr. foi ao mesmo tempo de uma sensibilidade que me reconfortou, arregaçou as mangas e disse logo ali o que iria ser feito daquele dia em diante.

Fez-me logo a biopsia e marcou logo consulta para oncologia para que fosse feita o mais rápido possível a consulta de decisão terapêutica e eu começa-se o mais depressa possível os tratamentos de quimioterapia.

Porque embora tivesse mandado para analise os tecidos que me tinha retirado Ele sabia bem que era tumor e que era positivo e que tinha que correr contra o tempo para poder reduzir a extensão do tumor e ai poder operar, pois como estava não podia ser operada.

Bem amigos quando finalmente cheguei a casa já tinha a família toda em reboliço como podem imaginar…E não só pois as minhas colegas de trabalho estavam em pânico, as perguntas não paravam eu não sabia que dizer, lutava para não chorar pois não queria que meus filhos se apercebessem, mas estava a ficar difícil de disfarçar…Digo-vos mesmo só queria fugir dali e pensar no que iria fazer a seguir, mas nem isso podia pois não me deixavam.

Mas quando finalmente fiquei a sós com o meu marido e meus filhos ai sim apercebi-me de que apesar de as coisas não serem fáceis dali para o futuro, eu tinha que lutar muito e ser muito forte, porque minha família estava ali e precisava de mim…

 

 

publicado por KRIS às 23:11

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

.A MINHA CIDADE